Janete Fernandes

Artista Plástica
dem1

apresentação

Não se pode falar em janete Fernandes sem considerar a globalidade de sua produção. Ela é,sem dúvida, uma das personalidades mais vigorosas da plástica paranaense contemporânea.

Após especialização na Pôlonia, de regresso ao Brasil não só se notabiliza como uma das pioneiras da tapeçaria/escultura, a nível nacional, como foi e continua sendo uma das porta-vozes da defesa da memória nacional; da busca e resgate de nossas raízes culturais.

Tanto no desenho como na tapeçaria ela tenta penetrar naquele universo que a civilização ocidental por tradição chama de “primitivo”, mas que é,em realidade onde o ser humano sabe coexistir com sabedoria e pureza com a natureza, compreendendo que cada elemento seu é um microcosmo do grande príncípio gerador da vida…”

Adalice Araujo – da abca e U.F.PR.

biografia

JANETE FERNANDES nasceu em 1944, Curitiba no Estado do Paraná, no Sul do Brasil. Formou-se na Escola de Música e Belas Artes do Paraná e Pontifícia Universidade Católica – PUC Paraná.

Em 1970 recebe bolsa do governo Polonês para especialização em Artes Gráficas na Academia de Belas Artes de Warsóvia. Aproxima-se da tapeçaria de Magdalena Bakanowska e passa a pesquisar novas linguagens em trama tecida.Cria, então, as primeiras Esculturas Tecidas. Participa das Iº,IIº e IIIº Bienais de Tapeçaria no Museu de Artes Moderna -MAM de São Paulo, bem como de vários salões de

Arte nacionais e internacionais. Recebe dois prêmios no Salão Paranaense e é reconhecida como a introdutora da Tapeçaria Contemporânea do Paraná .

Em 1973 cria e executa “O Pescador de Almas” escultura tecida com 24m quadrados para a capela do Colégio Bom Jesus em Curitiba, sendo considerada pela crítica como uma das obras sacras mais importantes do Brasil. Em 1976 ela se perde em um incêndio acidental. Notabiliza-se não só na tapeçaria mas, também, na pintura, escultura, desenho e gravura e vidro. Foi orientadora no curso de pintura do museu Alfredo Andersen, criando um grupo de renomados artistas, como Osmar Ckromieki, Izabel Backer, Odila Rezzi, Amariles Puppi entre outros.

Em 1974 entra para a Universidade Federal do Paraná se dedica à pesquisa, ensino e coordenação dos cursos de Desenho Industrial, Comunicação Visual e Educação Artística da UFPR, por vários anos.

Foi homenageada pelo Governo do Estado do Paraná , pela exposição “Amazônia- Cacos de uma Civilização”, no Museu Alfredo Andersen. Em 2012 foi nomeada membro do Conselho Estadual de Cultura do Estado do Paraná.Possui obras no acervo do

Museu Oscar Niemeyer- MOM e em varias coleções particulares.

Atualmente dedica-se ao cadastramento de sua obra, disponibilizando-a para escolas , universidades, pesquisadores e público interessado. Informações ver endereço no site: janetefernandes.com

currículo

Formação

  • Diplomada pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Pintura):
  • Especialização em Projetos Gráficos pela Academia de Belas Artes de Varsóvia – Polônia.
  • Especialização o Signo Semiótico pela Universidade Federal do Paraná.

 

Individuais:

  • Instalação Universum Perpetum; Galeria Medikov; Varsóvia; Polônia; 1970.
  • Tapetes – Objetos; Galeria Banestado; Curitiba; Brasil; 1972.
  • Aquarelas – Resgate do Movimento Simbolista no Paraná – Pelo Sonho Revista Pallium; Galeria DEL’ARTE; Curitiba; Brasil; 1990.
  • Aquarelas – Horizontes; Mezanino das Artes; Hotel Slaviero; Curitiba; Brasil; 1990.
  • Sistema Net de TV a Cabo “Esculturas do III Milênio, 27 e 28 de abril de 1997.
  • Esculturas – O Caminho – A Trajetória de Paulo de Tarsos; Museu João Turin; Curitiba; Brasil; 1998.
  • Solar do Rosário – Esculturas – 1998 – Curitiba
  • Esculturas em Vidro – Amazônia Cacos de Uma Civilização; Museu Alfredo Andersen; Curitiba; Paraná; Brasil. 2004.

 

Salões Oficiais e Premiações Homenagens:

 

  • 1ª Mostra de Tapeçaria Brasileira – Fundação Álvares Penteado, SP.
  • I ª, II ª, e III ª Trienal de Tapeçaria – MAM SP;
  • I ª Mostra Experimental de Mini- têxteis Brasileiros RJ. ;
  • Prêmio Aquisição no 31º Salão Paranaense;
  • Prêmio Viagem Salão Paranaense; 40º Salão Paranaense.
  • Artista convidada nos 30 Salão Paranaense;
  • Arte Tecida Brasileira – Universidade Federal do Espírito Santo;
  • Partners of de Américas, USA;
  • Artistas Paranaenses na FAAP;
  • Mini – Têxteis em Michuacan, México; Salón Michoacano Del Textil em Miniatura, México. Países participantes: Argentina, Brasil e México – 1985.

 

    • Museu Alfredo Andersen – Curitiba – Pr. – Artista homenageada – Esculturas – 1998
    • 1º Artepol “Participação especial na comemoração dos 120 anos da imigração Polonesa no Paraná”.
    • Membro do Colégio Eleitoral do Estadão para eleger três entre dez criadores e um entre quatro fomentadores para o PREMIO MULTICULTURAL ESTADÃO – ano – 1999-2000- 2001-2002 e 2003.

 

  • 2011 – Exposição – Obras do Acervo do Museu de Arte Contemporânea do Paraná. A Subida – Escultura Tecida – Obra Premiada nos 31º Salão Paranaense – Acervo do Estado do Paraná
  • 2011 – Exposição – Obras do Acervo do Museu de Arte Contemporânea do Paraná. Flora Brasilis- -Acervo do Estado do Paraná_ doação Maria Cristina Vieira Dias.

 

Salão Paranaense uma Retrospectiva – desejo de salão.

 

  • 2011 “Múltiplas faces” mostra do acervo do MAC/PR de04 a 07 de 2011 Curitiba-PR.
  • 2012 – Exposição do Acervo – Museu Oscar Niemeyer – Curitiba.  Metalurg I, II e III.  Prêmio 40º Salão Paranaense. Obra do Acervo
  • 2012 à 2014- Membro do Conselho Estadual de Cultura do Paraná – CONSEC

 

 

Livros

  • Artêxtil no Brasil: Viagem pelo mudo da Tapeçaria; Autora Rita Cáurio; Apresentação Pietro M. Bardi e Ferreira Gullar, RJ, 1985 – 304 pag.

 

  • Edificações de Madeira em Toledo: memória, org.Cassandra Gbur Campos; textos Betty Barth, Janete Fernandes… [ET AL.]. Curitiba,PR:

Ed. do autor, 2010.

 

Lutos Coletivos e Criação Social: autor Jean – Claude Métro;Prefácio   René Kaes; tradução Eduardo Nadalin; Foto da Capa:Detalhe da obra Amazônia Cacos de uma Civilização.Ed. UFPR,2011.

 

Catálogo Geral do Acervo do Paraná. Museu de Arte Contemporânea do Paraná._Curitiba: Secretaria de Estado da Cultura, 2009. 324p: 23 cm.

Ver págs.134 e 135.

 

Congressos Homenagens

1980 – Honra ao Mérito pela Universidade Federal do Paraná.

1992- Fórum Mundial das Cidades – Curitiba – Pr. – Esculturas

2004 – Homenageada pela Câmara Municipal de Curitiba, em 19 de maio de 2004, com voto de Louvor pela exposição “Amazônia Cacos de uma Civilização”, no Museu Alfredo Andersen.

2004      Fórum Cultural Mundial – Foz do Iguaçu/PR; Fórum Cultural Mundial 2004 com a Obra ‘’Amazônia Cacos de uma Civilização- Palestra e Computart.

2004     Fórum Cultural Mundial – São Paulo

 

2004 –   Bienal 2004 – Resistência – Chaco – Argentina – Palestra: Amazônia   Cacos de Uma Civilização e o Gran Chaco – 2005 –   SESC da Esquina – Curitiba – Ciclo de Palestras “O silencio dos Intelectuais” de Adauto Novaes – Individual” O Silencio da Imagem”.

 

2011- Congresso Internacional Consideraciones Entre El Têxtil y La Sociedad: Una Recapitulacion;

Processo criativo com desenhos, cartões e a tapeçaria O Caboclo Sertanejo (1988) – Obra da Artista Janete Fernandes apresentada pela palestrante Vivian Pinto Portela da Silva.

Museu de Antropologia de Xalapa de La Universidad Veracruzana, Xalapa, Veracruz, México, 2011.
2012  -Homenageada pela Assembléia Legislativa do Estado do Paraná, em 08 de agosto de 2012 com votos de louvor e congratulações por assumir como membro do Conselho Estadual de Cultura – CONSEC